ISSN: 1678-4006

Empresas de Call Center Vila Velha, Espírito Santo

Encontre empresas de Call Center no Brasil em Vila Velha. Aproveite para saber mais sobre o assunto lendo nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre o mesmo.

Manoel Araújo Jr
(273) 299-2882
r João Joaquim da Mota, 334, ap 401, Praia Da Costa
Vila Velha, Espírito Santo
 
Mercatel Bolsa de Telefone
(273) 329-8903
r Dezenove, 15, Cocal
Vila Velha, Espírito Santo
 
Tele Ramos Telecom Ltda
(273) 339-0809
r Sesquicentenario, 284, Novo México
Vila Velha, Espírito Santo
 
Waffe Indl e Coml Ltda
(273) 339-9900
r Mario Ribeiro, 16, Ilha Das Flores
Vila Velha, Espírito Santo
 
Bailão Gaucho
(273) 339-4558
r Juventina Gama de Souza, Nossa Senhora Da Penha
Vila Velha, Espírito Santo
 
Vsw Ind Com e Repres
(273) 339-4555
r Ramiro Leal Reis, 188, Aribiri
Vila Velha, Espírito Santo
 
Telecom Vila Velha Ltda
(273) 226-0431
r Severiano Silva, 82, Vila Garrido
Vila Velha, Espírito Santo
 
Zuleide AC Roriz
(273) 239-1197
r Coronel Joaquim de Freitas, 474, al, Jaburuna
Vila Velha, Espírito Santo
 
Ind de Massas e Biscoitos Alcobaça SA
(273) 339-3563
r Ramiro Leal Reis, 188, Aribiri
Vila Velha, Espírito Santo
 
José MG Schuwartz
(273) 340-7836
bc Luciano das Neves, 2451, Divino Espírito Santo
Vila Velha, Espírito Santo
 

Empresas de Call Center

Fornecido por: 

A importância econômica e social do setor de Call Centers no Brasil é muito expressiva e a redução da atividade, gerada pela Lei Estadual de SP 13.226/08 que proíbe ligações de telemarketing para quem se cadastrar, deve ter um impacto significativo nas atividades econômicas do setor.

Só para se ter uma idéia, segundo a ABT - Associação Brasileira de Telesserviços -, as centrais de atendimento empregam quase um milhão de pessoas em todo o país, especialmente jovens com idade entre 18 e 24 anos, em seu primeiro emprego. Este único fator já mereceria uma discussão mais aprofundada sobre o tema e a busca de alternativas menos danosas.

Não é preciso ir muito longe para perceber qual será o impacto econômico e social que medidas desse espectro causam. Basta lembrar que uma iniciativa semelhante, nos Estados Unidos, em 2003, a ‘Do not Call list', gerou prejuízos da ordem de US$ 50 bilhões e fechamento de postos de trabalho. Lá, a determinação foi responsável por dois milhões de pessoas desempregadas, em um universo de 6,5 milhões de trabalhadores desse setor, segundo a Frost & Sullivan.

Aqui, outro agravante socioeconômico é o fato de que a ABT informa que quase 77% dos trabalhadores do setor são mulheres. Ora, de acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - IPEA, as famílias chefiadas por mulheres, em 2007, somavam 33%.

A Lei Estadual de SP 13.226/08, regulamentada pelo Decreto Estadual 53.921/08, prevê o bloqueio de ligações de telemarketing para pessoas que se cadastrarem. Muito embora seja uma Lei que vai vigorar apenas no Estado de São Paulo, o impacto será nacional, uma vez que call centers de todo o Brasil não poderão mais ligar para os números cadastrados.

Além disso, de acordo com a ABT, o eixo São Paulo - Rio de Janeiro concentra 80% das empresas do segmento. Mais do que isso, estamos diante da real possibilidade da criação da lista nacional de bloqueio ao telemarketing, à semelhança da lista Do Not Call nos EUA, afinal São Paulo é hoje o principal centro econômico-financeiro do Brasil.

As ações ali adotadas são referência para os demais estados da Federação. É óbvio que abusos precisam sempre ser coibidos, mas quem atua diretamente no setor sabe o quanto se tem buscado regulamentar as ações, estabelecendo normas de conduta.

Ao mesmo tempo, se vê uma corrida pela profissionalização, suportada por altos investimentos em tecnologia. A tecnologia, que auxilia a reduzir custos, aumentar produtividade e aprimorar a gestão, facilmente se adapta à nova regulamentação.

Todos os fornecedores de soluções para Call Centers e Contact Centers são capazes de atender à nova lei. No entanto, a questão é: qual será o impacto se tratarmos de novas funcionalidades ao invés de nos preocuparmos com o futuro do setor?

Do lado de cá da linha, o atendente tem sido exaustivamente treinado. As centrais criam novos scripts, fazem auditoria, gravam os contatos tanto para preservar a verdade como para aprimorar a qualidad...

Clique aqui para ler este artigo em Call To Call


Sistema Call To Call - 11 3722-4732
by interAmplitude Criação de Sites